Alimentação e Ácido Úrico: O Que Evitar para Prevenir a Gota

O ácido úrico é um resíduo gerado no sangue como resultado da quebra de compostos chamados purinas. Geralmente, ele se dissolve no sangue, é filtrado pelos rins e eliminado do corpo com a urina. Se houver um acúmulo de ácido úrico no corpo, surge uma condição conhecida como hiperuricemia, que causa danos a várias partes e órgãos do corpo.

Este artigo examina as causas e os sintomas do ácido úrico elevado. Aqui também aprenderá quais são os alimentos que deve evitar ou fazer uso se tiver gota.

Níveis elevados de ácido úrico: causas

Um nível elevado de ácido úrico resulta do corpo produzi-lo em excesso, não eliminando-o suficientemente, ou uma combinação de ambos.

As causas de um nível elevado de ácido úrico no sangue incluem:

  • Diuréticos (medicamentos para retenção de líquidos)
  • Consumo excessivo de álcool
  • Consumo excessivo de refrigerantes ou ingestão excessiva de alimentos que contêm frutose, um tipo de açúcar
  • Fatores genéticos, também conhecidos como traços hereditários
  • Hipertensão arterial
  • Medicamentos imunossupressores
  • Problemas renais
  • Leucemia
  • Síndrome metabólica
  • Niacina, também chamada de vitamina B-3
  • Obesidade
  • Policitemia vera (um tipo de doença do sangue)
  • Psoríase
  • Uma dieta rica em purinas, como fígado, carnes de caça, anchovas e sardinhas
  • Síndrome de lise tumoral — uma liberação rápida de células no sangue causada por certos tipos de câncer ou pela quimioterapia usada no tratamento destes cânceres.
  • Pessoas que estão fazendo tratamento com quimioterapia ou radioterapia para o câncer .

Níveis elevados de ácido úrico: sintomas

Os sintomas associados a níveis elevados de ácido úrico que causam gota incluem:

  • Dores ou inchaço nas articulações
  • Descoloração ou brilho na pele ao redor das articulações
  • Articulações quentes ao toque

Os sintomas de pedras nos rins que são causados por ácido úrico incluem:

  • Dor em ambos os lados das costas
  • Micção frequente
  • Urina com aparência turva, com presença de sangue ou odor incomum
  • Náuseas ou vômitos
  • Os casos de baixo nível de ácido úrico são menos comuns do que os de nível elevado. Os sintomas de ácido úrico baixo incluem micção frequente, o que leva à desidratação.

Alimentos que deve evitar e que pode comer se tiver gota

O que é gota? A gota é uma doença inflamatória que acomete principalmente as articulações e ocorre quando a taxa de ácido úrico no sangue está acima do normal. É causada pelo excesso de ácido úrico no sangue, que ocorre devido à produção excessiva ou eliminação deficiente do ácido úrico.

A gota é caracterizada por dor, calor, vermelhidão e aumento de volume (tumefação) nas articulações, principalmente nos membros inferiores, e pode acometer homens adultos e mulheres após a menopausa. Os sintomas incluem dor intensa, inchaço e vermelhidão, e a doença pode ser desencadeada por fatores como ingestão de álcool, dieta rica em purinas e traumas físicos.

Se você tem gota, é importante prestar atenção à sua dieta para controlar os níveis de ácido úrico no sangue. Para evitar crises de gota e complicações, aqui estão alguns alimentos que você deve evitar e outros que pode comer com segurança:

Alimentos e bebidas que desencadeiam sintomas e crises de gota

Alimentos e bebidas que desencadeiam sintomas e crises de gota causam danos significativos à saúde e devem ser evitados. Alguns desses alimentos e bebidas incluem:

Carnes vermelhas e miúdos: As carnes vermelhas têm mais purinas do que as carnes brancas. Comer mais carne vermelha (como carne bovina) e miúdos (como fígado, rins e língua) pode aumentar o risco de ataques de gota.

Peixes de água fria e frutos do mar: Certos tipos de peixes contêm mais purinas, devendo ser limitados na dieta para gota. Entre eles estão atum, truta, sardinhas, anchovas e arenque. Frutos do mar como camarão, ostras, caranguejo e lagosta também têm um teor elevado de purinas.

Extrato de levedura: Algumas pastas para pão, como Marmite e Vegemite, contém extrato de levedura, que tem alto teor de purinas.

Evite esses alimentos para ajudar a reduzir os níveis de ácido úrico.

Cerveja e bebidas destiladas: Bebidas alcoólicas em geral não são recomendadas para quem tem gota. A cerveja e as bebidas destiladas diminuem a excreção de ácido úrico. No entanto, estudos sugerem que o consumo moderado de vinho não está associado a um risco maior de gota.

Alimentos e bebidas açucarados: Alimentos e bebidas com frutose, especialmente aqueles com xarope de milho, devem ser evitados em uma dieta para gota. Limitar ou evitar refrigerantes, sucos de frutas industrializados e outros produtos ricos em açúcar, como barras de cereais, rosquinhas e alguns cereais matinais, ajuda a manter níveis mais baixos de ácido úrico.

Pão branco e mel: Carboidratos refinados, como pão branco e arroz branco, são absorvidos rapidamente, aumentando o nível de açúcar no sangue e, consequentemente, os níveis de ácido úrico. Embora o mel seja um adoçante natural, também é rico em frutose, que libera purinas ao ser metabolizada pelo corpo.

Alimentos recomendados para quem tem gota

Uma dieta para gota é parte de um programa abrangente para tratar essa condição, que inclui controlar o peso, praticar atividades físicas e, possivelmente, usar medicação para reduzir a frequência e a intensidade dos ataques de gota.

Seguir um plano de dieta que inclui alimentos que ajudam a reduzir os sintomas da gota e evitar alimentos ricos em purinas ajudam a controlar essa condição. Alimentos recomendados:

Vegetais: Alguns vegetais anteriormente considerados proibidos para quem tem gota, como aspargos, espinafre e couve-flor, agora são permitidos, pois estudos mostraram que eles não aumentam os níveis de ácido úrico.

Produtos lácteos: Proteínas em produtos lácteos ajudam a reduzir naturalmente os níveis de ácido úrico. Escolha opções com baixo teor de gordura, como leite desnatado ou iogurte light.

Tofu, grãos integrais, feijões e lentilhas: Proteínas vegetais também ajudam a manter uma dieta equilibrada. Óleos vegetais como azeite, óleo de girassol e óleo de soja também protegem contra ataques de gota.

Frutas cítricas: Frutas como laranja, toranja e abacaxi são boas fontes de vitamina C, que ajuda a eliminar ácido úrico.

Café: Consumo moderado de café não parece aumentar os níveis de ácido úrico e pode, inclusive, ajudar a reduzi-los.

Abacates: Abacates têm baixos níveis de purinas e contêm gorduras monoinsaturadas e vitamina E, que ajudam a reduzir inflamações e dor.

Conclusão

O aumento dos níveis de ácido úrico no sangue leva a complicações sérias, como gota e problemas renais. Para reduzir o risco de hiperuricemia, é fundamental manter uma dieta equilibrada, evitando alimentos ricos em purinas, como carne vermelha e frutos do mar, e limitando o consumo de álcool. Incluir alimentos com baixo teor de purinas ajuda a controlar a condição. A consulta médica para monitorar os níveis de ácido úrico é recomendada para prevenção e tratamento eficazes.

Obs. : As informações apresentadas neste artigo não devem ser utilizadas para realizar autodiagnóstico ou automedicação. Recomenda-se sempre consultar um médico para obter orientação profissional sobre sua saúde.

Leia mais: