Voluntários lavam e passam uniformes cheios de lama dos bombeiros em Brumadinho

Um grupo de voluntários se colocou a disposição para lavar e passar as roupas dos bombeiros que trabalham exaustivamente procurando as vítimas do desastre em Brumadinho.

Márcio Santos (esq) com bombeiros - Foto: Foto: Márcio Santos/Arquivo pessoal
Foto: Márcio Santos/Arquivo pessoal

“Nós chegamos aqui e procuramos saber em que poderíamos ser úteis. Perguntei a um dos bombeiros se eles lavavam a roupa que chegava cheia de lama. Ele disse que usava sempre a mesma. Na hora a gente se mobilizou para montar uma lavanderia”, disse o pastor Márcio Santos, da Igreja Batista ao G1.

Através das doações colhidas pela Igreja Batista, foram compradas 14 máquinas de lavar. A lavanderia improvisada, funciona 24 horas por dia, atendendo aos bombeiros mineiros e também aos militares de outros estados, que trabalham na busca das vítimas.

“Os bombeiros deixam a roupa com a gente no fim do dia. Ela passa por uma ducha que faz parte de um processo de higienização. Depois fica de molho em um produto específico. Aí sim ela vai para a máquina. Todo esse processo é acompanhado por técnicos do trabalho e as pessoas usam roupas especiais para evitar contaminação”, disse Márcio, um dos voluntários, ao jornal.

Em 2015, parte do grupo também ajudou na tragédia em Mariana, no rompimento da Barragem do Fundão, que pertencia a empresa Samarco.

“Lá a gente limpava as casas das pessoas que foram invadidas pela lama”, contou Márcio.

Fonte: G1