Um pai faz uma tatuagem das pequenas mãozinhas do filho nascido sem vida para sentir sempre o seu abraço frágil

O momento em que um homem se torna pai é o mais especial da sua vida, algo que nunca esquecerá. Infelizmente, esse dia foi também o mais triste para Brad Kearns, cujo filho já nasceu morto.

Brad não pôde ver o brilho nos olhos do seu bebê, abraçá-lo ou levá-lo para casa consigo, mas sentiu a necessidade de marcá-lo para sempre em si.

A forma que encontrou para fazê-lo foi tatuar as duas minúsculas mãozinhas do filho no seu peito, como um abraço eterno.

Mais tarde, Brad teve dois filhos, a quem dá todo o amor e carinho do mundo, mas jamais esquece a sua perda.

Fonte: Partilha