Quatro jovens salvam idosa de casa em chamas

Recentemente, uma idosa viveu momentos de pânico quando se viu presa na sua casa dominada pelo fogo.

 

Felizmente, tudo acabou bem, graças a quatro heróis improváveis. Em seguida, deixamos o relato emocionante da família da idosa:

“Há duas semanas, a minha mãe de 90 anos, Catherine Ritchie, estava preparando-se para dormir por volta das 21 h. Depois de escovar os dentes e os cabelos, ela virou-se e encontrou a sua cama completamente envolta em chamas. Ela tentou apagar as chamas, atirando cobertores e almofadas para o fogo.

A fumaça e o calor eram tão fortes que ela ficou desorientada rapidamente, desistindo de combater o fogo e decidindo fugir. Ela apertou o botão chamada de emergência que tem no colar e tentou sair do quarto já dominado pelas chamas.

Ela entrou no armário, várias vezes, pensando que era a porta que levava ao corredor. Não era. Não conseguiu encontrar a saída. Estava presa. Fumaça em todos os lugares.

Do outro lado da rua, quatro adolescentes viram a fumaça e o reflexo das chamas. Não havia um adulto à vista. Quatro jovens tomaram medidas imediatas para salvar uma mulher idosa que eles não podiam garantir que estava em casa, e três dele nunca a tinham conhecido.

Um deles começou a quebrar o vidro na porta da frente, outro ligou para os bombeiros, outro foi até a porta dos fundos e começou a chutá-la, e o último dirigiu-se aos vizinhos em busca de um machado e de ajuda. Em minutos, a porta tinha sido derrubada aos pontapés por um jovem de 14 anos, que encontrou a minha mãe no corredor do lado de fora do quarto dela e agarrou os seus braços.

Os adolescentes que estão sempre ouvindo dizer que não têm idade suficiente para realizar grandes feitos salvaram a vida da mulher mais preciosa e amada que conhecemos. Jovens corajosos. Rapazes que arriscaram as suas próprias vidas, a sua própria segurança, e levaram a minha mãe para fora da sua casa em chamas. Conseguiram levá-la para a rua, onde carros dos bombeiros e ambulâncias chegariam em breve. .

Dylan Wick, 16 anos, Nick Byrd, 14 anos, Seth Byrd, 16 anos e Wyatt Hall, 17 anos, obrigado!

Obrigado por seus atos de heroísmo e coragem. Obrigado por não permitirem que aquele fosse o fim trágico da vida da nossa mãe. Obrigado por terem ficado com ela, por tê-la abraçado e ajudado a sentir-se sozinha até que pudéssemos chegar até ela. Obrigado por serem o tipo de pessoa que pensa nos outros, acima de qualquer coisa.

Seremos eternamente gratos do tempo que nos deram e do exemplo que estabeleceram para nós. Que Deus abençoe cada um de vocês, por serem uma bênção para nós”.