Quando seus filhos deixarem o lar, é hora de pensar em si mesmo

Já ouviu falar na “síndrome do ninho vazio”? Esta síndrome ocorre quando os filhos crescem e saem de casa para viver sozinhos.

Alguns filhos abandonam o lar mais tarde, mas independentemente da idade e do motivo, é sempre uma experiência difícil para os pais, em especial para as mães.

Resultado de imagem para standing

De repente, a casa fica maior e mais vazia, e não se sabe bem como encarar a nova realidade.

Deixamos aqui alguns conselhos:

Processe a perda: a sensação pode ser idêntica a um luto, pois não deixa de ser a perda de uma rotina de tantos anos que pode deixar os pais tristes e melancólicos. Dê tempo ao tempo e aceite a saudade. Chore se precisar, mas não se entregue à dor.

Repense o seu papel de pai: os seus filhos podem ter saído de casa, mas você nunca vai deixar de ser o seu pai, ou sua mãe. Eles vão precisar muito de ajuda e orientação, mas sem os sufocar.

Preencha o vazio: não foque naquilo que o entristece. Aproveite para voltar a um projeto abandonado, investir naquilo que o apaixona, fazer voluntariado, viajar ou dedicar-se à comunidade. Você merece, e ao mesmo tempo está dando um bom exemplo aos filhos ao saber reinventar-se.

Redescubra a vida de casal: durante muitos anos, a vida íntima do casal pode ter sido negligenciada por causa de todo o tempo dedicado aos filhos e à pressão de toda a responsabilidade envolvida. Agora, aproveite a oportunidade para reacender a paixão, viajar, sair e passar tempo com o companheiro, como quando eram namorados.