Colar-de-pérolas: aprenda a cultivar e fazer mudas

O colar-de-pérolas (Senecio rowleyanus) é uma planta originária do sudoeste da África. Aqui no Brasil recebe também o nome de pérolas-verdes, rosário e ervilhas da sorte.

Características do colar-de-pérolas

Algumas características peculiares da planta: tem os ramos finos, podendo chegar a 1 metro e meio; as bolinhas verdes na verdade são as folhas; as flores são brancas e costumam desabrochar no inverno.

A colar-de-pérolas pode ser cultivada em jardins ou colocadas num vaso. Ma quando fica pendurada, fica muito mais bonita. Os ramos ficam pendendo.

É uma planta que gosta de luminosidade, porém, não gosta do sol incidindo direto nela.

Aprenda a cultivar o colar-de-pérolas

Como cultivar esta linda planta

O substrato a ser usado é o mesmo para os cactos e as suculentas.

Você pode usar também húmus de minhoca, farinha de casca de ovo e pó do café como adubo.

A rega deve ser feita constantemente, mas não abuse, pois o solo deve ficar seco entre uma rega e outra.

Como cultivar a planta colar-de-pérolas

Como fazer mudas do colar-de-pérolas

1. Corte um pedaço da haste, de 10 cm, com as folhas (bolinhas).

2. Coloque num recipiente o substrato (casca de arroz carbonizada, perlita ou vermiculita), regue bem deixando a água escorrer.

3. Coloque a haste sobre o substrato. Pressione os entrenós que estão abaixo das folhas.

4. A melhor época transplantar a planta é no verão, quando a plantinha está na fase de crescimento.

5. Agora transporte a muda para um vaso definitivo contendo substrato.

Se você gostou desta dica, compartilhe com seus amigos!

Fonte: Nô Figuiredo