Participante do programa ‘The Voice Brasil’ faz sucesso; fala de racismo e aceitação

Um participante do programa “The Voice Brasil” chamou atenção do publico e dos jurados ao interpretar um dos sucessos da cantora Ludmilla: “A boba fui eu”.

Foto: Foto: Isabella Pinheiro/Gshow

O jovem Isrrael Paulo, de 23 anos, mais conhecido como Izrra, é morador de São João de Miriti (RJ).

Ele ficou conhecido, em 2016, quando interpretou a música “Final Feliz”, do cantor Jorge Vercilo.

A interpretação foi gravada pelos amigos de Izrra, dentro de um trem, e o vídeo viralizou nas redes sociais.

Vercilo soube da gravação e convidou-o para cantar durante um show.

Izrra participante do The Voice Brasil
Foto: Reprodução/Instagram

Depois disso, a vida dele tomou um rumo diferente. Conseguiu entrar na Escola de Música Villa Lobos e produzir uma música.

De origem humilde, ele reconheceu durante o programa que não foi fácil superar o preconceito e o racismo.

Já fui abordado numa ronda policial com os amigos e eu só eu fui revistado. Racismo é doloroso, é horrível, e ainda existe muito. Antigamente, me achava a pessoa mais feia do mundo, porque eu já vinha com esse preconceito da cor da minha pele, das pessoas ficarem me zoando por conta do cabelo. Sempre passei por isso, e hoje, chegar num programa de TV, me sentir bem, um cara bonito, confortável e falar: ‘Caraca, valeu mesmo toda a luta para chegar aqui’. É uma representatividade para mim mesmo. Até me emociono”, disse.

Fonte: EXTRA