Mãe se recusa a deixar seu bebê recém-nascido aos cuidados de estranhos e ele passa a trabalhar com ela

Sabemos que dar à luz é um processo maravilhoso. Muitas mulheres recebem várias dicas sobre o que fazer para não tornar o parto tão doloroso, que tipo de dietas ou rotinas são mais adequadas, como dormir bem.

Resultado de imagem para girl

Mas realmente uma das poucas coisas que as pessoas mencionam é lidar com a realidade de deixar seu bebê apenas alguns meses depois de dar à luz, porque o trabalho espera.

Nossa corajosa heroína é Emily Reed, de Washington, EUA.

Muitas mães, em questão de semanas, tem que encontrar alguém para cuidar de seu bebê; além de tentar confiar em uma pessoa estranha para fazer certas coisas que só uma mãe sabe como fazer.

Pensar nisso, pode ser muito frustrante e desanimador para algumas mulheres, Emily Reed não só estava apavorada de pensar sobre isso, mas do custo que teria que arcar.

Deixar seu bebê aos cuidados de uma pessoa que você não conhece, envolve mais do que dar um voto de confiança.

Ela analisou também os custos de colocar seu bebê em uma creche.

Em vista da situação, Emily estava determinada a largar seu emprego para dedicar mais tempo na criação do seu bebê. Porém, precisava de recursos para ajudar a manter sua família.

Depois de um tempo, ela arriscou falar com seu chefe e ficou surpresa com sua incrível resposta.

“Basta trazê-la com você quando você voltar. Podemos ter um bebê no escritório!”

Emily ficou muito feliz quando ouviu aquelas palavras, eram como música para os seus ouvidos.

Não só ela estava feliz, todos no escritório estavam emocionados em ajudar um bebê a unir-se a equipe do escritório.

Cumprindo o prazo de seis semanas, Emily regressou para seu emprego e agora leva o bebê para o escritório.

Apesar de ter alguns inconvenientes, Emily está feliz de passar todo tempo com a filha sem precisar pensar que uma estranha cuidaria do seu pequeno anjo.

Sem dúvida, este exemplo tem motivado muitas mães a continuar com suas vidas e cumprir com suas responsabilidades no trabalho, talvez muitas não tenham a mesma sorte, mas custa tentar.