Homem inventa sapatos tamanho 75 para manter o distanciamento social

Grigori Lup, de 55 anos, sapateiro, na Transilvânia, Romênia, adaptou o negócio à realidade atual e inventou sapatos de distanciamento social, com 75 centímetros de comprimento, para fazer frente à pandemia de Covid-19.

O homem diz que teve que deixar seus 10 trabalhadores temporariamente desempregados em março, quando as encomendas deixaram de chegar.

“De repente, as pessoas pararam de entrar na minha loja”, disse ao jornal local.

A base de clientes de Lup são grupos de teatro, ópera e dança que deixaram de fazer pedidos quando suas apresentações foram canceladas durante o confinamento.

“Vi que não tinha clientes a entrar e disse a mim mesmo: tenho que fechar”, acrescenta Lup.

Então ele teve a ideia de como se manter ocupado durante a crise. “Ninguém respeitou o distanciamento social e pensei: vou fazer três pares desses sapatos, coloco na internet e chamo-os de sapatos sociais para atrair a atenção”, explicou.

Os sapatos são em couro com um dedo extralongo preenchido com um material leve, tornando-os equivalentes ao tamanho 75.

“Se duas pessoas que usem os meus sapatos fossem colocadas uma em frente à outra, haverá uma distância de cerca de um metro e meio entre elas”, explica Lup.

Até ao momento já recebeu oito encomendas da Romênia, Inglaterra e Canadá, para os sapatos que são vendidos a cerca de 100 euros o par.

Lup fabrica sapatos à mão desde 1949. Começou a trabalhar quando tinha 16 anos, como aprendiz com um sapateiro.

“Em todas as crises financeiras, consegui continuar a fazer sapatos, desde os meus 16 anos… é o que sei fazer melhor”, conclui.

Fonte: Altamente.org