Homem descobre pedras preciosas raras: fica milionário e as usa para construir escola

Saniniu Laizer, um mineiro da Tanzânia de 52 anos, sempre viveu de forma humilde e sem luxos.

O seu trabalho é extremamente exaustivo e arriscado, mas felizmente Saniniu teve a sua recompensa.

Certo dia, estava trabalhando numa mina quando encontrou duas grandes pedras de tanzanita, uma joia rara com o nome do território africano por ter sido o local onde foi descoberta pela primeira vez.

O mineral, conhecido desde 1967 pela sua raridade, beleza e cores incríveis, é utilizado para fazer joias. Naturalmente, os blocos extraídos por Saniniu, de 9,2 e 5,8 kg, causaram sensação!

Até então, a pedra mais pesada alguma vez descoberta pesava apenas 3,3 kg. Saniniu tinha em mãos um autêntico tesouro, avaliado em 3,4 milhões de dólares (R$17 milhões de reais).

De repente milionário, Saniniu pensou no que ia fazer com todo aquele dinheiro, e decidiu que não ia mudar o seu estilo de vida, e sim investir na comunidade.

Então, em vez de guardar a riqueza para si, construiu uma escola para ajudar famílias carentes da Tanzânia, sem condições para proporcionar uma educação às crianças.

“Eu não estudei, mas acredito neste projeto”, disse Saniniu, que além da escola também planeja construir um centro comercial para dar emprego a muitas pessoas.