Estudante é impedido de entrar com short curto em rede de supermercado famosa

Mais um caso de preconceito! O estudante Marcos Pascoal, de 25 anos, denunciou o supermercado Walmart, em salvador (BA), por preconceito.

Pelas redes sociais, Marcos diz que foi impedido de entrar no estabelecimento comercial pelo segurança. O motivo? Estava com o short curto.

Em um vídeo, o segurança fala ao jovem que pode entrar somente com uma condição, ajeitar o short. “Até esse momento, o senhor é homem, então o senhor tem que ajeitar seu short”.

Em seguida o estudante pergunta: “Homem não pode usar short curto?”, “Não”, diz o segurança.

O estudante diz que procurará seus direitos. “Minha advogada está entrando com uma ação contra o supermercado por todo o vexame que ele me fez passar. É isso, não se calem, mas também tentem agir com cuidado nessas situações, se possível. Deixe o outro tropeçar em suas próprias palavras, ele tem que se justificar, não eu”.

A empresa, que cuida da segurança, afirmou que casos assim não podem ocorrer e que apoiará o estudante.