Estudante de Jundiaí morto em acidente teve os órgãos doados

O estudante de 12 anos, Pedro Henrique Pondian, morador de Jundiaí, teve morte cerebral decretada na última quarta e a mãe resolveu fazer a doação dos órgãos. Pedro estava internado na Santa Casa de Jales.

Os órgãos doados foram: os pulmões, os rins, o fígado e as córneas, disse a mãe, a sargento Valdirene Pereira, ao G1.

Os rins e as córneas foram para São José do Rio Preto, e os pulmões para São Paulo.

Foto: Pedro está de camiseta preta e o pai aparece de farda./Arquivo pessoal.

Pedro Henrique sofreu um acidente de trânsito, na rodovia Jarbas de Moraes, entre Jales e Santa Albertina. Faleceram no acidente: o pai, o PM Edson Pondian, e a avó, Lídia Pondian, segundo informação do G1.

O acidente ocorreu quando o carro dirigido por Deijango Coelho invadiu a pista e bateu de frente no carro da família Pondian. O motorista sofreu ferimentos graves, mas sobreviveu e responderá criminalmente.

O corpo do menino foi sepultado no cemitério Memorial Parque da Paz, em Jundiaí.

Fonte: G1