Enfermeiros usam crachás com rostos sorridentes para permitir que os pacientes vejam além das máscaras

Os profissionais de saúde pelo mundo inteiro estão passando pelo maior e mais difícil desafio das suas vidas.

O novo Coronavírus está obrigando-os a trabalharem mais arduamente do que nunca, devido à sua propagação rápida e consequente pressão que exerce nos sistemas de saúde a nível global.

Para evitar o contágio, os médicos e enfermeiros devem usar, além de luvas e máscaras, equipamentos de proteção para todo o corpo, com óculos e viseira cirúrgica.

Infelizmente, todas essas proteções acabam escondendo na totalidade o rosto dos profissionais e impossibilita os doentes de ver as suas expressões e sorrisos tranquilizantes quando mais precisam.

Então, Robertino Rodriguez, enfermeiro do Hospital Scripps Mercy, em San Diego, Califórnia, teve uma ideia brilhante para ultrapassar essa impessoalidade: usar um crachá de identificação com uma fotografia sua sorrindo.

“Eu sentia-me muito mal pelos meus pacientes na sala de emergência quando lá entrava com com o rosto coberto com as proteções. Um sorriso reconfortante faz toda a diferença para um paciente assustado, e com estes crachás, agora todos poderão tê-lo”, escreveu Robertino nas redes sociais.

Os colegas adoraram a ideia e aderiram com entusiasmo. “Um sorriso ajuda muito a mudar uma vida”, comprova a equipe do Hospital Scripps Mercy.