Ela transformou a dor em ajuda a outras crianças, após perder a filha para um câncer

A fonoaudióloga, Joyce Andrade Setti, perdeu sua filha Heloísa, em 2006, na ocasião com 9 anos, em resultado de um tumor maligno no cérebro.

Joyce servindo como voluntária na casa Ronald McDonald

Depois da tragédia familiar, Joyce passou a servir como voluntária na casa Ronald McDonald (que hospeda famílias de crianças que estão recebendo tratamento de câncer).

Ela fala dos motivos do serviço voluntário. “Ou você se fecha nesse sofrimento e leva sua família junto ou pega essa dor e transforma em ação”, disse.

Conta que, embora servisse como voluntária desde 2017, não estava tão envolvida no projeto. “Decidi doar uma parte das coisas da minha filha para a Casa de Ronald. Foi paixão à primeira vista, mas, por cerca de oito anos, não fazia o voluntariado efetivamente”.

Heloísa amava fazer aulas de balé – Arquivo pessoal

Atualmente, Joyce serve como coordenadora da instituição. “Ser voluntária me faz muito melhor do que se eu ficasse na minha bolha porque a minha filha foi embora”.

Fonte: UOL/Vix