Depois de um mês em coma, mulher acordou ao ouvir a voz da sua filha de 2 anos

Esta é a história de Maria Laura Ferreyra, uma mulher de 42 anos com 3 filhos, que infelizmente foi vítima de uma agressão enquanto estava de moto, que provocou uma hemorragia cerebral grave e a deixou em coma.

O agressor de Maria atacou-a na rua, em Córdoba (Argentina), e fê-la bater com a cabeça de forma violenta.

A probabilidade de Maria acordar era praticamente nula, e os médicos começaram a falar sobre doação de órgãos.

Passados 15 dias, a equipe fez alguns exames, que revelaram sinais de atividade neurológica, embora Maria não estivesse consciente.

Então, Martin Delgado, o marido, resolveu levar a filha de 2 anos ao hospital para visitá-la. A menina quis subir para o colo da mãe, e pediu para ser amamentada pois estava com fome.

Sem ninguém esperar, Maria levantou a camisola e fez a vontade da menina, o que deixou todos emocionados, em especial Martin.

Embora Maria ainda não esteja totalmente consciente, já mostrou reconhecer a filha mais nova, e esperamos que recupere todas as forças.

Entretanto, a polícia local está investigando a identidade do seu agressor.

Fonte: Partilha