Depois de passar cinco dias em coma, ela acorda sorrindo para o pai

A história de Michael Labuschagne se tornou conhecida pelas redes sociais, uma menina de 14 semanas de vida no Reino Unido, que sofreu uma parada respiratória deixando-a sem fôlego por nove minutos.

Por meio de um vídeo no Facebook, Emma Labuschagne, a mãe do bebê, afirmou que foi em 15 de março, quando seu bebê parou de respirar.

O bebê entrou em coma, depois de cinco dias ele acordou, e a primeira coisa que ele fez foi sorrir para seu pai, de 28 anos.

“A primeira coisa que ele fez quando abriu os olhos foi sorrir para seu pai”, disse Emma no vídeo.

Michael tem dez meses de vida e foi aceita como candidata a uma operação, em que um tumor cardíaco será removido, no Hospital Boston Children’s, depois que a família iniciou uma campanha e conseguiu angariar o dinheiro para a cirurgia.