Conciliar trabalho e família pode afetar a saúde do coração das mulheres, diz psiquiatra brasileira

ambiente de trabalho, atividade, balcão

Um estudo realizado pela psiquiatra Priscila Rocco, do Hospital Sírio Libanês, São Paulo, revelou que as mulheres são as que mais sofrem com o estresse.

A psiquiatra encontrou uma associação entre o estresse e um “risco moderadamente elevado de doença cardíaca coronária incidente e derrame”.

Enfrentar uma jornada dupla de trabalho, trabalhar fora de casa e cuidar da família, realizar afazeres domésticos, mesmo com ajuda dos maridos, tem impactado na saúde das mulheres.

O estudo comprovou que o ambiente no local de trabalho é a principal causa de estresse.

A pesquisa também revelou que o que mais estressa as mulheres é resolver todos os problemas ao mesmo tempo: tarefas no trabalho e problemas familiares.