Coisas que podem nos matar e não sabíamos. Confira…

Se alguém nos perguntar sobre os riscos que nossa vida corre diariamente, provavelmente responderemos sobre acidentes de trânsito, doenças cardiovasculares ou mesmo doenças que raramente sofreríamos. No entanto, são em costumes e ações cotidianas que a morte se esconde. Veja abaixo 8 coisas que podem nos matar e não sabíamos:

Comer pipoca de micro-ondas: Embora seja verdade que devemos ter cuidado ao dar pipoca a uma criança pequena, devido ao risco de sufocamento, ela também pode ser prejudicial aos adultos. Isso se deve a um composto conhecido por ácido perfluoro-octanoico, que pode prejudicar o sistema respiratório. Ele é encontrado na manteiga usada no processamento industrial da pipoca de microondas. Para evitar este risco você pode utilizar os tradicionais grãos da pipoca de panela e continuar saboreando este alimento rico em antioxidantes.

Comer muito em Fastfood: A alta taxa de gorduras, açúcares, aditivos e conservantes que eles possuem, são para matar exclusivamente a fome. Infelizmente, nem tudo permanece lá, uma vez que várias análises associaram alguns de seus componentes e ingredientes à aparição de diferentes tumores malignos. É por isso que jogamos praticamente uma roleta russa sempre que escolhemos esses menus apetitosos.

Remover os pelos do nariz: O cabelo no nariz é algo que geralmente não parece muito estético. muitas pessoas optam por eliminá-lo pelas raízes. Mas, mesmo que não seja do agrado de todos, cumpre uma função vital para o nosso organismo, pois é responsável pela retenção de bactérias e objetos estranhos que atravessam o nariz durante a respiração. Se os eliminarmos, também removemos a primeira e mais útil barreira de proteção contra infecções e podemos aumentar a possibilidade de ficar doente.

Protetor solar: Embora seja verdade que sem essa proteção, quando estamos expostos ao sol, poderemos acabar adquirindo câncer de pele, ao usá-lo também limitamos a quantidade de vitamina D que nosso corpo pode sintetizar. E é essa substância, que obtemos diretamente com exposição solar, que nos ajuda a ter ossos saudáveis ​​e fortes, um ótimo sistema imunológico e nos impede a aparição de outros tipos de câncer, igualmente prejudiciais.

Praticar muito esporte: Ao fazer esporte ou a qualquer esforço físico excessivo, a temida rigidez geralmente aparece.Mas longe de se concentrar na dor que ocorre, o que realmente é mais prejudicial é o aparecimento de lactato. Esta substância, que é a causa desse dano nos músculos, também é a causa do aparecimento de várias formas de câncer. A Universidade do Colorado-Boulder foi responsável por dirigir este estudo que revelou os riscos de não controlar nossa atividade física.

Não lavar a fruta: As frutas e vegetais que consumimos estão expostas a todos os tipos de substâncias para prevenir o ataque de insetos, doenças e até mesmo um clima incômodo. Mas, mesmo que isso faça com que o produto nos alcance em boas condições, uma vez que é necessário, devemos remover esses venenos que podem ser prejudiciais para nós. É necessário usar muita água ou remover a casca para que não cause nenhum dano ao nosso corpo.

Beber suco de frutas industrializados: Sucos de frutas têm diferentes conservantes e antioxidantes que lhes permitem parecer o mesmo desde o momento em que são feitos e envazados até que bebamos. Mas um deles, usado há muito tempo na indústria de alimentos, também é um potente gás tóxico e irritante que ataca o sistema respiratório. O alto consumo dessas substâncias pode ser o gatilho que acaba com um problema sério nas mucosas e nos pulmões. Portanto, não é recomendável abusar desta bebida.

Cruzar as pernas: Mesmo algo tão comum como cruzar as pernas, especialmente para mulheres com saias, pode ter repercussões muito negativas para a circulação sanguínea. O motivo é um aumento da pressão arterial, porque nessa área temos os canais de fluidos vitais mais importantes em nosso corpo. E para tudo isso, devemos adicionar a aparência de varizes e outros problemas que podem causar doenças associadas. Um risco que pode ser evitado e, com certeza, você nunca tinha ouvido falar, até agora.