Casal adota 88 crianças deficientes abandonadas pelos pais

Este casal norte-americano já adotou 88 crianças deficientes abandonadas pelos pais. Eles se conheceram, em 1973, no Hospital Infantil de Miami, Flórida (EUA). Na época, Mike trabalhava como pediatra, e a esposa Camille Gerardi, como enfermeira.

O casal não conseguia ficar indiferente quando uma criança deficiente era abandonada pelos genitores.

“Quando o Mike me pediu em casamento, eu lhe disse que queria dar um lar a essas crianças e ele me disse que queria seguir o meu sonho”, conta Camille.

A primeira adoção aconteceu em 1986. Infelizmente muitas crianças adotadas faleceram; outras, porém, conseguiram superar as suas dificuldades.

Por meio da fundação Sonho Possível, o casal ajudou muitas crianças, com variados graus de deficiência, e também suas famílias.

Das 88 crianças adotadas, apenas 31 conseguiram sobreviver. Apesar da morte de Mike, no ano passado, aos 73 anos, vítima de um câncer, Camille deu continuidade ao projeto.

Atualmente Camille cuida de 20 crianças. As demais já são adultas, têm o seu próprio trabalho e constituíram família.