Cadelinha arremessada de prédio é adotada

Uma cadelinha arremessada de um prédio sobrevive, graças a um capô de um carro, que amorteceu a queda. O caso ocorreu no bairro, Banco Raso, em Itaúna (BA).

Um homem que passava no local socorreu o animal, de 2 meses. Relatos indicam que o animal primeiro bateu no capô do veículo, antes de ser atirado ao chão.

Segundo a TV Santa Cruz, o veterinário Georgetown Farias informou que a sobrevivência do animal só se deu graças ao carro estacionado. Ele disse que não é comum, um animal de pequeno porte, sobreviver a uma queda dessa proporção.

Moradores relataram que o animal foi arremessado pelo próprio dono. À Polícia o homem relatou que teve um surto e por isso arremessou o animal, mas disse que se arrependeu.

A ONG Bicharada ajudou nos cuidados coma cadela. Ela recebeu alta na quarta-feira (23). A cadelinha foi adotada pelo músico Marcelo Nascif, de 44 anos e recebeu o nome de Vitória.

Fonte: G1