Agrião: 8 benefícios incríveis para a saúde

O agrião contém nutrientes importantes para combater a fraqueza, fadiga, falta de apetite e anemia por deficiência de ferro. De acordo com dados atualizados da Organização Mundial da Saúde (OMS), 1.620 milhões de pessoas no mundo sofrem de algum grau de anemia, que representa 24,8% da população mundial.

Esses números são evidência de que várias doenças estão associadas à má absorção de vitaminas e sais minerais. Os indivíduos mais vulneráveis são: crianças, mulheres grávidas e idosos.

'

Este vegetal pode oferecer a esses indivíduos os nutrientes necessários para manter o corpo saudável, e o mais importante livre de efeitos colaterais.

Mas as indicações terapêuticas desta planta são muito mais amplas e mais variadas, como pode observar nesta lista de benefícios para a saúde do agrião:

É importante para tratar das deficiências na quantidade de vitaminas que o corpo precisa para funcionar corretamente. Em conjunto com uma dieta adequada, os nutrientes contidos no agrião são uma ajuda adicional. No passado, era usado para combater ou prevenir o escorbuto.

Devido a seu alto teor de ferro, o agrião é indicado na medicina para o tratamento de estados anêmicos, por deficiência de ferro leve ou moderada. O ferro suplementar contribui para a produção de glóbulos vermelhos, que são responsáveis pelo transporte de oxigênio para os tecidos do corpo.

O agrião é uma importante fonte de vitaminas e sais minerais, e é recomendado como um restaurador natural em casos de fraqueza, fadiga, falta de energia, convalescença, gravidez e para idosos.

1. Diurético
Ele se comporta como um diurético bastante poderoso e é indicado em estados onde é necessário aumentar a diurese, como infecções na bexiga, retenção de líquidos e como um preventivo contra o aparecimento de cálculos renais.

É recomendado como suporte no tratamento da hipertensão arterial, como diurético de eficácia comprovada.

2. Baixar ácido úrico
Também é recomendado para baixar o ácido úrico, que muitas vezes está ligado à dieta, e para aliviar a dor da gota.

3. Doenças respiratórias
O agrião age como expectorante e contém componentes capazes de combater a tosse, moderadamente útil em casos de doenças respiratórias não agudas, para aliviar faringite, laringite e bronquite. De fato, favorece o descongestionamento do trato respiratório, com a expulsão de muco acumulado, e acalma tosses irritantes.

4. Aumentar o apetite
Como uma planta amarga, o agrião ativa a secreção de sucos gástricos das membranas mucosas do estômago, aumentando a sensação de apetite e a necessidade de comer. É indicado neste caso para combater estados de fraqueza por falta de nutrientes e em convalescença, como mencionado acima.

5. Combate aos parasitas
O suco de agrião tem sido usado tradicionalmente para combater os parasitas intestinais e para promover sua expulsão.

6. Fortalece os ossos
Devido ao seu alto teor de cálcio, o consumo de agrião tem sido recomendado para pessoas que sofrem de descalcificação óssea, osteopenia (uma diminuição na densidade mineral óssea, que geralmente precede a osteoporose) ou, pelo menos, para evitá-la, bem como para apoiar a recuperação de lesões, fraturas e traumas ósseos.

7. Doenças na boca
No uso externo, os extratos de agrião são destinados ao tratamento natural de certas doenças orais, tais como gengivite, inflamação da polpa dental e inflamação da língua.

8. Fortalece o couro cabeludo
Esta planta é altamente eficaz no combate à dermatite seborreica, aplicada na forma de shampoos ou loção capilar, e tem sido indicada como preventivo para fortalecer as raízes capilares e retardar a queda prematura do cabelo, com relativo sucesso.