A pessoa revela o verdadeiro “eu” quando bebe demais, diz ciência

Já aconteceu de ir a uma festa e beber demais. Porém, muitas pessoas acabam fazendo coisas ridículas, ou embaraçosas, e colocam a culpa no álcool.

Segundo um estudo realizado pela Ciência Psicológica Clínica nos EUA, a forma como agimos enquanto estamos bêbados não é tão diferente de quando estamos sóbrios. No fundo, continuamos sendo nós mesmos, logo não devemos culpar a bebida por aquilo que fazemos e de que, talvez, não nos orgulhamos.

Leia mais: Uma mulher forte prefere ficar sozinha do que perder tempo com um idiota

De acordo com a investigação da Universidade de Missouri com a Universidade de Purdue, com o objetivo de perceber se ocorrem alterações muito radicais na personalidade, os investigadores contaram com 156 participantes.

Resultado de imagem para girl

Então, foram feitas perguntas aos participantes sóbrios, e novamente quando ficaram alcoolizados. As respostas não variaram muito em comparação com as que tinham dado antes de beber, concluíram que embora estivessem mais desinibidos, não se observava nenhuma mudança radical na sua personalidade.

“Os participantes relataram ter diferenças em todos os fatores de modelo de personalidade, mas a extroversão foi o único fator fortemente percebido entre os participantes sobre as condições de alcoolismo e sobriedade”, disse Rachel Winograd, cientista da Universidade do Missouri.

Leia também: A sua mãe é a única amiga que nunca abandonará você

Os investigadores afirmam que o que nos transforma é o efeito placebo, isto é, se tivermos em mente que algo vai ter um determinado impacto no nosso organismo, é provável que isso aconteça.

Naturalmente, falamos de pessoas que, embora alcoolizadas, ainda conservam algum grau de consciência.

O que você achou dessa pesquisa? Gostaríamos de saber sua opinião!