Sinais de câncer de bexiga que devemos ficar atentos e detectar no início

O câncer de bexiga é um tipo de câncer que começa nas células que revestem a bexiga. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer, a estimativa é de quase dez mil novos casos da doença apareçam todos os anos, sendo a maioria apresentada por homens.

O câncer na bexiga acontece quando as células da bexiga começam a crescer de forma anormal. Em vez de crescer e se dividir de uma forma ordenada, como deveria acontecer naturalmente, essas células desenvolvem mutações que fazem com que cresçam fora de controle.

Estas células anormais formam o tumor da bexiga. Detectar os sinais é chave para evitar consequências trágicas, pois com o passar dos dias, pode se espalhar para outras áreas da bexiga e estruturas próximas a ela. O problema é que muitos de seus sintomas iniciais são mal interpretados por sua relação com outras condições e, infelizmente, isso dificulta o diagnóstico em muitos pacientes.

Leia mais: 7 alimentos que são ótimos para quem mais de 50 anos

Devido a isso,é importante estar atento diante de qualquer sinal, principalmente se temos fatores de risco como o tabagismo e a exposição a substâncias químicas tóxicas.
Veja agora os principais sinais do câncer de bexiga para que você procure um médico caso os perceba.

Sangramentos na urina:

A presença de sangue na urina é um dos primeiros sintomas do câncer de bexiga. Este pode variar em quantidade e, no geral, se dá de forma intermitente. Os pacientes podem notar como a urina muda de cor para uma tonalidade rosa ou, em menos casos, a um vermelho mais escuro.

Em alguns casos a cor da urina é normal a olho nu, mas se detectam pequenas quantidades de sangue quando são realizados exames bioquímicos. O sintoma pode persistir por várias semanas seguidas, ou mesmo aparecer um dia e no outro não.

Mudanças nos hábitos de micção:
As mudanças nos hábitos relacionados à urina devem ser levados em consideração como possível sinal de câncer de bexiga, já que, mesmo que possam ser causados por uma infecção, também podem ser determinantes para obter um diagnóstico rápido desta condição. Você deve consultar o médico se:

Aparece uma sensação recorrente de ir ao banheiro, inclusive quando não há urina para expulsar.
Aumenta o desejo de urinar durante a noite.
O fluxo da urina é fraco.
Sente ardor ao urinar.

Leia também: 5 benefícios de beber água em jejum

Dor de um lado da coluna:
As infecções urinárias, assim como os cálculos e o câncer, costumam provocar uma dor incômoda em um dos lados da coluna, próxima a região lombar. Ainda que a princípio se confunda com a dor muscular, sua recorrência e intensidade permitem saber que algo mais está acontecendo. É importante prestar atenção, principalmente quando vem acompanhada de mudanças notórias na urina.

Perda de apetite:
São muitos os fatores que devem ser analisados quando uma pessoa perde o apetite; no entanto, entre eles, é preciso considerar que pode ser devido a algum tipo de câncer. Os pacientes que desenvolvem tumores na bexiga mantêm uma contínua sensação de peso que, na maior parte das vezes, os impede de se alimentar  como costumavam fazer.

Perda de peso:
Produto da redução do apetite e do desgaste que o câncer produz, os afetados por esta doença começam a perder peso de forma alarmante. No organismo ocorrem deficiências nutricionais severas e, dado que diminuem os mecanismos de defesa, as células malignas têm mais chances de se desenvolver.

Inflamação:
A retenção de líquidos ou edema é uma consequência da resposta inflamatória que se produz no organismo devido ao ataque das células cancerosas. Neste caso em particular, é frequente principalmente no ventre e nas pernas, já que a bexiga não consegue cumprir de forma ótima seu papel na eliminação dos fluídos.

Sensação de fadiga e anemia:
Outra das consequências da perda de apetite pelo câncer de bexiga é uma forte sensação de fadiga, que no geral se associa à anemia. A perda de nutrientes reduz a produção de glóbulos vermelhos no sangue e, ao reduzir a oxigenação, aumenta o cansaço físico e mental.

Outros sinais:
Fraqueza;
Inchaço nos pés;
Dor óssea.

Mesmo que os sintomas mencionados possam aparecer em condições benignas ou menos agressivas, é importante solicitar exames médicos para determinar se podem ter relação com o câncer de bexiga. Assim como outras formas desta doença, a detecção rápida é a chave para conseguir um tratamento bem-sucedido.

Compartilhe esta informação com sua família e amigos!

Obs. : Este site é apenas informativo. Portanto, não substitui um especialista. Visite o seu médico regularmente.