Reclamamos que estamos esgotadas, mas na verdade pode ser que nos sentimos tristes

Às vezes, passamos por fases em que nos sentimos constantemente cansados, e a mais pequena tarefa é demais para nós. Os dias vão passando, marcados pela monotonia…

Quando isso acontece, é porque fomos invadidos pela tristeza, que embora seja impossível de curar, pode até nos motivar.Woman Looking at Sea While Sitting on Beach

O nosso estado emocional é determinado pelo cérebro, sendo este o responsável pelos nossos sentimentos de alegria e energia ou tristeza e inatividade.

Caso sinta que está faltando energia, é hora de fazer uma autoanalise – é o próprio cérebro que está tentando alertá-lo para parar e refletir sobre aquilo que você pode mudar.

Se ignorar isso, a tristeza pode tornar-se um problema muito maior e mais difícil de encarar, podendo evoluir para depressão e outros problemas.

Em vez de ignorá-la, podemos tentar aprender algumas coisas com a tristeza, tais como:

Encará-la como um aviso

A falta de energia, o cansaço físico e mental, são sintomas indicando que precisamos mudar algo na nossa vida.

Resulta de uma recusa

Às vezes, recusamo-nos reconhecer que algo tem que mudar, como uma relação ou um emprego, e isso nos aprisiona e afeta-nos de forma negativa.

Instinto de preservação

O cansaço nos faz querer parar e afastar-nos da correia do dia a dia para perceber o que se passa conosco. Devemos responder a esta vontade e refletir para melhorar a autoestima e perceber o que precisamos.

Na vida, é inevitável e até mesmo saudável mudar, por isso devemos aceitar as mudanças com naturalidade. Assim, tudo fluirá muito melhor e nos sentiremos mais motivados para enfrentar a vida.