Conheça 8 maneiras naturais para aliviar os sintomas da menopausa

A menopausa corresponde ao desaparecimento do ciclo menstrual e, portanto, ao fim da fertilidade.

Isto se deve a uma forte queda na produção de hormônios, cujo ciclo é regulado por uma pequena glândula localizada na base do cérebro, a glândula pituitária. Com a chegada da menopausa, os níveis de estrogênio e progesterona (os hormônios sexuais femininos produzidos pelos ovários) são grandemente reduzidos.

A fase antes e depois da menopausa também é conhecida como “climatério”, ou degrau, para indicar a mudança que toda mulher sofre durante este tempo particular da vida.

Este é um período muito delicado na vida de uma mulher, pois é geralmente visto como a aproximação da velhice e como a principal causa de estresse e de uma piora na qualidade de vida.

Então quais são os sintomas mais comuns que podem ajudá-lo a reconhecer a chegada da menopausa?

Afrontamentos (sensação súbita de calor no rosto e no pescoço)
Distúrbios do sono
Distúrbios da micção
Diminuição do desejo sexual
Mudança de humor

Agora, conheça 8 maneiras naturais para aliviar os sintomas da menopausa:

Manter uma dieta equilibrada
É aconselhável manter uma dieta pobre em gordura e rica em frutas e vegetais frescos, leguminosas, peixe, fibras e cereais integrais. Comer uma dieta equilibrada ajudará você a manter o peso certo, evitando ganhar alguns quilos extras, o que é muito comum durante a menopausa.

Aumente a ingestão de cálcio
Nesta fase pode haver perda de massa óssea, portanto é necessário fortalecer os ossos para evitar que sejam mais propensos à fratura. Assim, aumentar a ingestão de alimentos como brócolis, nozes, sardinhas, frutos do mar ou soja, que são grandes fontes deste mineral, ajudará o organismo a ingerir a quantidade de cálcio de que necessita.

Tomar sol
Para absorver o cálcio adequadamente, é importante manter níveis ótimos de vitamina D, por isso é recomendado tomar sol por cerca de 20 minutos por dia durante todo o dia. E não se esqueça de beber muita água para se manter bem hidratado, pois as mudanças hormonais do período climatérico também afetam a saúde da pele.

Reduzir as ondas de calor
O surgimento das ondas de calor (fogachos) é um dos sintomas mais comuns e irritantes sofridos pelas mulheres no meio da menopausa. Existem suplementos alimentares que ajudam a preveni-los ou minimizá-los. As preparações fitoterápicas baseadas em extrato de planta de sálvia fresca ou contendo isoflavonas de soja ajudam a reduzir a frequência dos fogachos e suores noturnos.

Fazer esporte
O exercício físico não só ajuda a manter a forma física. Também melhora seu humor e fortalece seus ossos. Caminhar, andar de bicicleta, nadar ou praticar ioga são atividades muito completas e recomendáveis nesta fase.

Evitar maus hábitos
Cigarro, álcool ou bebidas com cafeína podem contribuir para agravar os sintomas da menopausa, portanto é melhor moderar seu consumo ou, melhor ainda, esquecê-los.

Prática de relaxamento
Técnicas de relaxamento, tais como meditação ou exercícios de respiração lenta, são perfeitas para reduzir a tensão, ansiedade ou estresse, conseguindo maior concentração e controle das emoções. Também é importante manter uma atitude positiva, pois pensamentos felizes melhoram a saúde.

Cuide de seu assoalho pélvico
Com o início da menopausa e a diminuição do estrogênio, o assoalho pélvico (é um grupo de músculos voluntários e involuntários e ligamentos conectados a estruturas ósseas que se fundem e sustentam os órgãos abdominais e pélvicos) pode enfraquecer, levando a problemas como a incontinência urinária. Portanto, é importante exercitar os músculos nesta área para fortalecê-los e evitar irritantes vazamentos de urina.

Todas estas dicas, junto com a atitude que adota em relação a esta etapa de sua vida, são essenciais para enfrentar a menopausa com equilíbrio e maturidade, lembrando sempre que não é o fim de tudo, mas o início de um novo ciclo para desfrutar livremente de tudo o que a vida tem a oferecer.

Fonte: Avogel.es/beperfectlifestyle