Arrota demais? Você pode ter estes 6 problemas!

O arroto ocorre quando há a necessidade de remover uma quantidade de ar do estômago. Às vezes pode liberar um odor desagradável ou apresentar alguns sintomas como dor abdominal, desconforto e inchaço, náuseas, azia e ardor.

Pode ser causado causado pelo gás que produz o efeito efervescente em certas bebidas, tais como: refrigerantes ou água gaseificada.

Quando comemos também engolimos ar devido à mastigação ou quando conversamos durante as refeições. Parte dela é absorvida pelo corpo, mas o resto acaba em arrotos.

7-year jail term for burping in public - Times of India

Embora arrotar não seja um problema médico, ele merece atenção quando é constante. Neste caso, pode ser o resultado de:

Refluxo

O refluxo gastroesofágico é um distúrbio que faz com que o ácido, assim como o gás, subam do estômago para o esôfago.

Gastrite
A gastrite faz com que o revestimento do estômago fique inflamado, levando a um processo de digestão mais lento e, como resultado, mais gás se forma no estômago e, consequentemente, arrotamos mais.

Úlceras
São feridas que podem ser localizadas no esôfago, estômago ou duodeno (parte inicial do intestino delgado), levando ao mau funcionamento do órgão e prejudicando o processo digestivo.

H.Pylori

É uma bactéria que irrita o estômago, ou pode levar a gastrite e úlceras.

Intolerância à lactose
Aqueles que não conseguem digerir a lactose, devido a uma deficiência de uma enzima específica, têm sintomas como inchaço, gás e arroto.

Intolerância ao glúten

Os sintomas são mais intestinais, como cãibras abdominais, diarreia e inchaço. Entretanto, podem causar náuseas, vômitos e arrotos.

Fonte: atletas.info