A confissão de uma enfermeira deixa em pânico uma cidade: “Eu troquei 5.000 bebês no hospital por diversão”

Recentemente, uma das enfermeiras da maternidade do Hospital Universitário de Lusaka, no Zâmbia, prestou declarações que causaram o pânico.

Segundo a própria, ao longo de 12 anos de trabalho no hospital, trocou mais de 5000 bebês.

Imagem relacionada

Elizabeth Mwewa, a enfermeira em questão, confessou apenas que se arrependeu das suas ações recentemente, pois tem uma doença terminal e sentiu um peso na sua consciência.

A mulher quis libertar-se do fardo que carregava, e confessou o que fez entre os anos de 1983 e 1995: trocou milhares de recém-nascidos nos berços, de forma deliberada, por puro divertimento.

Agora, a enfermeira sente-se culpada não só por isso mas também pelos casamentos que podem ter acabado por sua culpa, pois muitas mulheres podem ter sido acusadas de traição pois os supostos filhos não se parecerem com os seus maridos.

Elizabeth pede perdão pelos seus pecados, porque diz querer ir para o céu de consciência limpa.

As autoridades estão investigando o caso, na esperança que seja mentira, mas a enfermeira Elizabeth aconselha todos os que tenham nascido nesse hospital entre 1983 e 1995 e tenham um tom de pele muito diferente dos pais e irmãos faça um teste de DNA, pois é possível que tenham sido trocados por ela.